Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Papa torna obrigatório para o clero denunciar abusos sexuais

Tarciso Morais

Tarciso Morais

Papa torna obrigatório para o clero denunciar abusos sexuais
COMPARTILHE

O papa Francisco divulgou nesta quinta-feira (9) normas mais rígidas para combater os casos de abuso sexual na Igreja Católica.

As novas regras impostas pelo chefe do Vaticano obrigam padres e religiosos a denunciar qualquer suspeita de agressão sexual ou assédio, bem como todo o encobrimento de tais atos pela hierarquia católica.

Além disso, dentro de 365 dias, todas as dioceses do mundo deverão colocar em prática um sistema acessível ao público para apresentar denúncias de potenciais casos de abusos sexuais, que serão examinados em um prazo de 90 dias.

As decisões foram tomadas em um “motu proprio”, ou seja, uma carta emitida diretamente pelo papa, que modifica a legislação interna da Igreja (o direito canônico), informa a VEJA.

O sumo pontífice pediu, no entanto, que o segredo da confissão continue absoluto – o que exclui denúncias de fatos reportados por fiéis no confessionário.

- PUBLICIDADE -
TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram