Paquistão diz que responderá ao ataque da Índia

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

O Paquistão afirmou nesta terça-feira (26) que responderá ao bombardeio da Índia contra alvos de um grupo terrorista localizados na parte paquistanesa do território da Caxemira.

O governo da Índia afirma que o ataque aéreo teve como objetivo destruir o maior campo de treinamento do grupo terrorista Jaesh-e-Mohammed (JeM).

Já as autoridades do Paquistão, contudo, negaram que as bombas tenham atingido o campo terrorista e afirmaram que os ataques não causaram vítimas ou danos graves.

O ataque da Força Aérea da Índia elevou dramaticamente as tensões entre os dois países, que têm armas nucleares e que já travaram três guerras entre si.

Em comunicado, o Comitê de Segurança Nacional do Paquistão informou que rejeita “enfaticamente a alegação indiana de que atingiu um alegado campo terrorista perto de Balakot e a alegação de várias baixas”.

O órgão disse ainda que o primeiro-ministro, Imran Khan, vai “se envolver com a liderança global para expor a irresponsável política indiana”, registra a VEJA.

Também alertou que “o Paquistão responderá no momento e local de sua escolha” à agressão indiana.

Segundo informações do governo indiano, um ataque foi lançado contra alvos terroristas localizados ao longo da linha de controle na região de Jammu e Caxemira, tendo destruído completamente as instalações, como noticiou a RENOVA.

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Newsletter

Receba as principais notícias do dia, assine nossa newsletter gratuita.