- PUBLICIDADE -

Paquistão expulsará embaixador da França em repúdio a Macron

Paquistão expulsará embaixador da França em repúdio a Macron

Macron disse que não cerceará a liberdade de expressão na França. Paquistão repudia.

- PUBLICIDADE -

O governo do Paquistão anunciou que expulsará Marc Baréty, embaixador da França em Islamabad, e boicotará todos os produtos franceses. 

A decisão está estabelecida no acordo assinado pelo primeiro-ministro paquistanês, Imran Khan, e pelos ministros do Interior e dos Assuntos Religiosos. 

A decisão foi discutida pelo governo com os líderes do movimento fundamentalista islâmico Tehreek-e-Labbaikh (TLP), destaca a agência ANSA.  

A medida foi tomada por conta das declarações do presidente da França, Emmanuel Macron, no dia 21 de outubro.  

Na ocasião, Macron fez um discurso em homenagem ao professor de história Samuel Paty, decapitado por um terrorista islâmico em 16 de outubro após mostrar a seus alunos charges do profeta Maomé

O mandatário francês disse que não cerceará a liberdade de expressão, incluindo as charges publicadas pela mídia.  

No mesmo dia, o Ministério das Relações Exteriores do Paquistão divulgou um comunicado no qual diz que Macron autoriza “a publicação de desenhos com blasfêmias” ao dizer que defende a liberdade de expressão no país. 

PUBLICIDADE

- PUBLICIDADE -

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit

- PUBLICIDADE -

- PUBLICIDADE -

- PUBLICIDADE -