Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
- PUBLICIDADE -

Paraguai pede extradição de 3 extremistas ao Brasil

Tarciso Morais

Tarciso Morais

Paraguai pede extradição de 3 extremistas ao Brasil
COMPARTILHE

Acusados de sequestro no país, eles perderam status de refugiados por decisão do Comitê Nacional para Refugiados (Conare) na última sexta-feira.

O Paraguai pediu nesta terça-feira (18) ao Brasil a prisão e a extradição de três extremistas de esquerda.

Os documentos para justificar o pedido de prisão e extradição de Juam Arrom, Anuncio Martí e Víctor Colman foram apresentados ao governo Jair Bolsonaro pela embaixada do Paraguai em Brasília.

Os três são acusados de sequestrar María Edith Bordón, nora do ex-ministro da Fazenda Enzo Debernardi, em 2001.

Os criminosos fugiram do Paraguai em agosto de 2003, um dia antes do julgamento no qual responderiam às acusações de sequestro.

Na época, eles ganharam status de refugiados, concedido pelo governo do então presidente Lula da Silva, ao alegarem que estavam sendo perseguidos politicamente no país. O mesmo ocorreu pouco depois com Colman.

O pedido, de 290 páginas, foi entregue ao Ministério das Relações Exteriores do Brasil pela ministra conselheira da embaixada paraguaia em Brasília, Nimia da Silva, segundo a agência EFE.

- PUBLICIDADE -
Error: Embedded data could not be displayed.
TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
VEJA TAMBÉM
Error: Embedded data could not be displayed.