Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Paris proíbe drones para fiscalizar confinamento dos cidadãos

Tarciso Morais

Tarciso Morais

Paris proíbe drones para fiscalizar confinamento dos cidadãos
COMPARTILHE

Justiça da França disse que o uso de drones caracterizava um desrespeito grave e ilegal ao direito ao respeito à privacidade. 

Os drones da Secretaria de Segurança Pública de Paris não poderão mais sobrevoar a capital da França para verificar se a população está cumprindo as regras de flexibilização do confinamento. 

A decisão foi anunciada, nesta segunda-feira (18),pelo Conselho de Estado francês, que foi acionado pela Liga dos Direitos Humanos (LDH) e a Associação A Quadratura da Net.

Uma das principais preocupações é que os equipamentos possam filmar e identificar as pessoas nas ruas, considerado um desrespeito à privacidade e ao direito dos cidadãos de protegerem seus dados pessoais.

Por outro lado, o Ministério do Interior do governo Emmanuel Macron alega que os drones estão sendo utilizados para verificar a existência de reuniões de mais de dez pessoas antes de enviar policiais para dispersar os grupos.

A Justiça da França considerou que o uso dos drones era contrário às regras de proteção dos dados, caracterizando um desrespeito grave e ilegal ao direito ao respeito à privacidade. 

Por isso, para que os drones sejam utilizados novamente, será necessário equipá-los de um dispositivo que impossibilitem a identificação das pessoas filmadas, destaca o portal RFI.

- PUBLICIDADE -
TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram