Português   English   Español
Português   English   Español

Parlamentares do PSL estão na China estudando sistema de reconhecimento facial

Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia
Parlamentares do PSL estão na China estudando sistema de reconhecimento facial

Bancada do PSL no Congresso Nacional pretende apresentar um Projeto de Lei (PL) que determina a implementação de tecnologia de reconhecimento facial em locais públicos.

O objetivo principal seria auxiliar as forças de segurança pública no combate ao crime e captura de suspeitos ou foragidos. O sistema, no entanto, é muito criticado mundo afora por estabelecer um controle excessivo sobre a sociedade. O que o regime comunista da China vem fazendo há alguns anos.

Segundo o “UOL“, a introdução do PL no Congresso será feita em fevereiro, que é quando se inicia o ano legislativo.

A iniciativa parte de um grupo de cerca de 20 parlamentares eleitos em 2018 pelo PSL, partido do presidente Jair Bolsonaro, e será apresentado pelo deputado Felício Laterça.

Antes de embarcar junto com uma comitiva de 12 parlamentares rumo à China para conhecer o sistema de reconhecimento facial, na terça-feira (15), Laterça declarou:

“Os chineses estão muito à nossa frente na questão da segurança pública, e como representante do estado do Rio de Janeiro essa tecnologia toda muito me interessa.”

O convite teria sido foi feito pelo próprio regime chinês, que também está custeando todas as despesas da viagem, informa o “Tec Mundo“.

Os deputados eleitos Daniel Silveira, Tio Trutis, Felício Laterça, Bibo Nunes, Charlles Evangelista, Marcelo Freitas, Sargento Gurgel, Aline Sleutjes e Carla Zambelli, a senadora eleita Soraya Thronicke, todos do PSL, além da deputada estadual Delegada Sheila (PSL-MG), e de Luís Miranda, do DEM, estão na equipe designada para conhecer o sistema de reconhecimento facial chinês.

A viagem dos parlamentares do PSL está recebendo muitas críticas entre a base de apoiadores do presidente Bolsonaro.

Até mesmo o filósofo Olavo de Carvalho gravou um vídeo alertando para os riscos de tal tecnologia chegando ao Brasil. Ele chamou os membros da comotiva de “semianalfabetos”.

Compartilhe_

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email

Comentários_

A RENOVA Mídia não se responsabiliza pelo conteúdo, opiniões e comentários dos visitantes do site. NÃO publique ofensas, discordar não é ofender. Caso encontre algum material com ofensas, denuncie. Lembre-se que ao comentar em nosso portal você concorda com estes Termos de Uso.

Outras Notícias_

Newsletter

Inscreva seu email na RENOVA para receber atualizações diárias com as últimas notícias do Brasil e do mundo.

Nome:

Email: