Parlamento da França aprova controversa lei do passe sanitário

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Apesar dos protestos, parlamento da França aprova lei do passe sanitário.

O Parlamento da França aprovou, neste domingo (25), a lei do passe sanitário para vacinados contra a Covid-19.

A votação ocorreu um dia após o território francês ser sacudido por protestos contra a medida. Milhares foram às ruas por todo o país.

O presidente Emmanuel Macron ordenou que o documento será obrigatório para os franceses que quiserem entrar em locais de cultura e lazer.

As medidas foram adotadas por decreto, mas o Parlamento celebrava desde a terça-feira passada uma sessão para decidir se as transformaria em lei.

O partido do governo enfrentou dificuldades para obter a aprovação legislativa.

Macron detém a maioria na Assembleia Nacional, mas o Senado é dominado pela oposição de direita.

Após um acordo entre os legisladores das duas Câmaras, o passe sanitário foi aprovado.

Agora, a norma ainda deve ser ratificada pela máxima autoridade administrativa da França, o Conselho Constitucional, antes de virar lei.

O passo em questão já foi solicitado pelo primeiro-ministro, Jean Castex.

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Newsletter

Receba as principais notícias do dia, assine nossa newsletter gratuita.