Português   English   Español

Parlamento da Itália aprova decreto que combate a imigração ilegal

Após ter passado pelo Senado italiano, o projeto de lei foi aprovado na Câmara dos Deputados com 336 votos favoráveis e 249 contrários.

O parlamento da Itália aprovou nesta terça-feira (27) o Decreto de Segurança e Imigração, elaborado pelo ministro do Interior, Matteo Salvini, segundo informações da ANSA.

A nova lei está distribuída em três pilares: imigração, segurança pública e reforço do combate ao crime organizado.

A legislação restringe a concessão de proteção humanitária no país para requerentes de asilo, muda algumas regras relativas ao reconhecimento de cidadania, além de ter iniciativas para reforçar a segurança do país e combater a máfia.

Matteo Salvini comemorou a aprovação durante coletiva de imprensa e afirmou estar “extremamente satisfeito, não na qualidade de ministro, mas como cidadão italiano”, principalmente pelo fato de a nova lei “garantir mais tranquilidade, ordem, regras e serenidade nas cidades italianas”.

 

Combate à imigração ilegal

A legislação que ficou conhecida como “O Decreto Salvini”  abole a chamada “proteção humanitária”, uma das três formas de tutela garantidas a estrangeiros na Itália.

O país continuará permitindo a entrada por motivos humanitários, mas somente em seis situações:

  • Vítimas de “grave exploração”;
  • Motivos de saúde, violência doméstica ou calamidade;
  • Pessoas em busca de tratamento médico ou que tenham realizado “atos de particular valor cívico”.

O decreto também prevê a suspensão de pedidos de refúgio e a expulsão imediata de deslocados internacionais condenados por violência sexual, lesão agravada ou ultraje a oficial público, ou de migrantes que representem “perigo social”.

Deixe seu comentário...

Veja também...

Newsletter Renova!

Preencha o formulário para assinar nossa newsletter.

Nome Email
newsletter