Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Parler pode sair do ar após decisão da Amazon

Parler pode sair do ar após decisão da Amazon
COMPARTILHE

Parler pode sair do ar neste domingo, 10 de janeiro, após ser alvo de uma decisão da Amazon.

A rede social Parler pode sair do ar neste domingo, 10 de janeiro, após ser alvo de uma decisão da gigante tecnológica Amazon.

A suspensão da conta do Parler dos serviços de hospedagem da Amazon significa que, a menos que encontre outro host, assim que a proibição entrar em vigor, o Parler deve ficar fora do ar.

Em e-mail obtido pelo BuzzFeed News, a Amazon Web Services (AWS) disse à diretora de política do Parler, Amy Peikoff, que os apelos por violência propagados na plataforma violaram seus termos de serviço e que a Amazon não está convencida de que os métodos da empresa para moderar tais comentários serão eficazes.

De acordo com o e-mail:

“Recentemente, vimos um aumento constante desse conteúdo violento em seu site, o que viola nossos termos. É claro que Parler não tem um processo eficaz para cumprir os termos de serviço da AWS.”

O texto acrescenta:

“[Nós] não podemos fornecer serviços a um cliente que é incapaz de identificar e remover efetivamente o conteúdo que incentiva ou incita a violência contra outras pessoas. Como o Parler não pode cumprir nossos termos de serviço e representa um risco muito real para a segurança pública, planejamos suspender a conta de Parler a partir de domingo, 10 de janeiro, às 23h59 PST.”

De acordo com a engenheira de software Brianna Wu, a decisão do Amazon pode fazer o Parler ficar fora do ar por alguns dias:

“A mudança para um novo provedor de hospedagem levará tempo, pois o aplicativo está mal codificado. Possivelmente depois do dia 20.”

PUBLICIDADE

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Comentários_

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião da RenovaMídia.

Ao comentar você concorda com nossos termos de uso e política de privacidade.

Assinar
Notificar quando
guest
3 Comentários
Feedbacks em linha
Ver todos os comentários
Cristiano
Cristiano
7 dias atrás

Isso é sabotagem

Cristiano
Cristiano
7 dias atrás

Isso é sabotagem.

Carla Sayão
Carla Sayão
7 dias atrás

Maduro continuo com sua conta no Twitter. O Aiatolá vive exalando ódio contra Israel, e continua com sua conta no Twitter. Traficantes, genocidas, pedófilos continuam com suas contas no Twitter. Mas quem exala ódio são os conservadores, e esses são banidos! HIPOCRISIA que fala, né?

PUBLICIDADE