Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
- PUBLICIDADE -

Passagem de Drake: navio da Marinha do Brasil enfrenta mar revolto

Tarciso Morais

Tarciso Morais

Passagem de Drake navio da Marinha do Brasil enfrenta duras condicoes
Imagem: Jonne Roriz/VEJA
COMPARTILHE

A Marinha do Brasil classifica a Passagem de Drake como “um dos pontos mais perigosos dos oceanos”.

A Passagem de Drake, localizada na divisa entre a Antártica e a América do Sul, é uma das regiões marítimas mais complicadas do mundo, onde navios enfrentam enormes dificuldades para navegação por conta das ondas com alturas que variam de seis a dez metros.

Os ventos, a baixa visibilidade e as fortes correntes desta região são algumas das características da área marítima de cerca de 800 km, onde o Oceano Pacífico e o Atlântico se encontram.

A grande profundidade de suas águas e seu sistema de circulação atmosférica produzem mudanças de tempo repentinas e muito difíceis de prever.

Todo estes fatores tornam a situação daqueles que atravessam a Passagem de Drake — navegando ou voando — à mercê desses fenômenos.

Em mensagem publicada no Twitter, neste domingo (12), a Marinha do Brasil compartilhou um vídeo de um dos seus navios atravessando a Passagem de Drake, que, segundo o órgão, é “um dos pontos mais perigosos dos oceanos devido às bruscas mudanças climáticas”. 

Estes riscos, no entanto, não amedrontam os militares brasileiros da Marinha, que atravessam a Passagem de Drake cerca de 12 vezes por ano.

Com base em imagens divulgadas pelo canal do YouTube da Marinha, também fizemos uma reportagem em vídeo sobre as dificuldades enfrentadas por navios durante a Passagem de Drake.

- PUBLICIDADE -
Error: Embedded data could not be displayed.
TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
VEJA TAMBÉM
Error: Embedded data could not be displayed.