Pastores muçulmanos Fulani assassinando e estuprando cristãos na Nigéria

Os assassinatos em curso e os estupros contantes de mulheres e crianças cristãs por pastores muçulmanos Fulani já podem ser classificados como um claro exemplo de “limpeza étnica”.

A perseguição contra a minoria cristã no norte da Nigéria não fica restrita apenas aos grupos terroristas como Boko Haram e Estado Islâmico.

De acordo com relatório publicado por dois renomados grupos que investigam perseguição religiosa pelo planeta, os crimes violentos cometidos por muçulmanos Fulani contra cristãos nigerianos também aumentam dia após dia.

Os Fulani são, em sua maioria, criadores de gado membros da religião islâmica. Fatores socioecônomicos e religiosos contribuem ainda mais para inflamar a perseguição contra cristãos. Nos últimos anos, o governo nigeriano vem fazendo vistas grossas para os crimes cometidos pelos Fulani.

Não é a primeira vez que você vê uma matéria sobre este assunto por aqui. Recentemente, publicamos uma notícia sobre o assassinato de 9 cristãos após emboscada dos Fulani na parte central do país.

Além dos homicídios, uma epidemia de estupro contra crianças e mulheres cristãs também assola o centro do país. Infelizmente, a grande mídia parece não se interessar por esse tipo de assunto.

 

Com informações de: (1)
Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *