Patriotismo na Rússia atinge o mais alto nível em 18 anos

Twitter
Facebook
Google+
LinkedIn
Pinterest

A proporção de cidadãos da Rússia que se descrevem como patriotas está agora em 92%, o maior número em 18 anos, de acordo com uma pesquisa de opinião pública realizada pela agência estatal VTSIOM.

Em 2000, 84% dos russos se consideravam patriotas, mas o número oscilou entre 80% e 88% nos últimos anos, como observado por pesquisadores no relatório.

As pessoas então foram questionadas sobre os traços típicos de um patriota, com múltiplas respostas possíveis.

59% disseram que um verdadeiro patriota é alguém que ama seu país; 39% disseram que é alguém que se esforça para mudar as coisas em seu país; 38% responderam trabalhando em benefício do país de alguém; 29% disseram que os patriotas defendem e defendem seu país dos ataques; e 19% disseram que os patriotas não temem falar a verdade sobre o seu país, mesmo que seja amargo.

De acordo com informações da Sputnik Brasil:

Apenas 3% disseram que os patriotas deveriam ignorar as desvantagens do país e não falar sobre eles.

O chefe do departamento de pesquisa da agência, Stepan Lvov, afirmou que a Rússia está experimentando “a evolução do patriotismo” — de um sentimento cotidiano de união à participação ativa na vida da nação.

Outra pesquisa conduzida pela VTSIOM, em abril, mostrou que 49% dos russos consideram seu país uma grande potência mundial, ante 57% há um ano. No entanto, cerca de um terço disse aos pesquisadores que esperam que a Rússia se torne uma nação líder mundial nos próximos 10 a 15 anos.

Quando perguntados sobre o que torna seu país forte e respeitado, 26% responderam que são militares, 22% disseram “o forte espírito e a vontade do povo russo” e 17% atribuíram o sucesso da Rússia ao “presidente bom e poderoso”, Vladimir Putin.

Twitter
Facebook
Google+
LinkedIn
Pinterest

Isso também pode te interessar

Deixe seu comentário

Anunciante
e-consulters
Parceiro

Assine nossa Newsletter!

Preencha o formulário para assinar.

Nome Email
newsletter

Últimas publicações