Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Paulo Guedes define estatais por onde começará as privatizações

Paulo Guedes define estatais por onde começará as privatizações
COMPARTILHE

A equipe econômica de Bolsonaro quer vender o maior número possível de estatais, sobretudo as deficitárias. Hoje, 18 companhias deficitárias consomem R$ 15 bilhões por ano.

O futuro governo de Jair Bolsonaro vai reduzir as estatais federais, que hoje somam 138.

O futuro ministro da Economia, Paulo Guedes, quer privatizar o maior número possível de empresas, principalmente as deficitárias, que exigem aportes do Tesouro Nacional. Atualmente, 18 companhias dependem de repasses e consomem R$ 15 bilhões por ano.

Para especialistas consultados pelo Correio Braziliense, a Empresa Brasileira de Comunicação (EBC), Valec e Empresa de Planejamento e Logística (EPL) estão no topo da lista para serem vendidas ou extintas. Mas as privatizações devem ir muito além e incluir Serpro, Dataprev e Telebras.

Na equipe de transição, alguns defendem que o processo deveria começar com a Eletrobras, pois a venda já está prevista no Projeto de Lei de Diretrizes Orçamentárias (Ploa) de 2019.

A expectativa é de uma receita de R$ 12,2 bilhões para a União. A desestatização das distribuidoras da companhia mais deficitária, a Amazônia Energia, tem leilão programado para o próximo dia 27.

Os novos nomes indiciados por Paulo Guedes para compor a equipe econômica mostra que os cortes serão inevitáveis nas estatais, conforme noticiou a Renova Mídia.

PUBLICIDADE

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Comentários_

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião da RenovaMídia.

Ao comentar você concorda com nossos termos de uso e política de privacidade.

Assinar
Notificar quando
guest
0 Comentários
Feedbacks em linha
Ver todos os comentários

PUBLICIDADE