Português   English   Español

Paulo Guedes quer tirar o governo do vermelho em um ano

Paulo Guedes quer tirar o governo do vermelho em um ano

Plano econômico de Jair Bolsonaro prevê zerar o déficit primário até 2020. Futuro ministro da Economia diz que meta é factível, mas não explica o que vai fazer.

Zerar o déficit primário brasileiro no primeiro ano de mandato é um desafio e tanto.

A proposta mais ousada do plano econômico do presidente Jair Bolsonaro (PSL) é justamente fazer com que o resultado primário – a arrecadação do governo menos os gastos, excetuando os juros da dívida pública – deixe de ser negativo em 2019 e passe a ser positivo já em 2020.

Mas, como sair de um rombo bilionário – a meta prevista para o resultado primário de 2019 é de R$ 139 bilhões negativos – para um superávit em dois anos?

Paulo Guedes, o superministro da Economia do novo governo, afirmou que a redução do déficit “é factível”, em entrevista no dia da eleição de Bolsonaro, 28 de outubro.

As explicações dadas na entrevista foram lacônicas: controle de gastos, especialmente aos custos relacionados à folha de pagamento, corte de despesas e redução das renúncias fiscais, além da reforma da Previdência.

 

Adaptado da fonte Gazeta do Povo

Deixe seu comentário

Veja também...