Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Pazuello quer adquirir 46 milhões de doses da vacina chinesa

‘Médico é soberano’, diz Pazuello sobre uso da cloroquina
COMPARTILHE

Brasil pretende reforçar estratégia de imunização contra o coronavírus com a vacina chinesa.

O ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, assinou, nesta terça-feira (20), um protocolo de intenções para adquirir 46 milhões de doses da vacina chinesa contra o coronavírus, que está em desenvolvimento no Brasil em parceria com o Instituto Butantan.

Pazuello disse que as doses serão distribuídas a todo o Brasil por meio do Programa Nacional de Imunizações (PNI).

Em comentários sobre o assunto, Pazuello declarou:

“Temos a expertise de todos os processos que envolvem esta logística, conquistada ao longo de 47 anos de PNI. As vacinas vão chegar aos brasileiros de todos os estados.”

E acrescentou:

“Nossa estratégia prioriza a transferência de tecnologia – o que nos permitirá produzir as vacinas no Brasil.”

O processo de aquisição terá continuidade após aprovação e registro do imunobiológico junto à Anvisa.

No documento enviado ao Instituto Butantan, o ministro Pazuello também solicitou todos os documentos comprobatórios dos ensaios clínicos já realizados e daqueles em andamento referentes à vacina chinesa.

PUBLICIDADE

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Comentários_

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião da RenovaMídia.

Ao comentar você concorda com nossos termos de uso e política de privacidade.

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE