Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

PDT abre processo disciplinar contra Tabata Amaral e mais 7 deputados

Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia
PDT abre processo disciplinar contra Tabata Amaral e mais 7 deputados

A decisão foi tomada depois de uma reunião de quase três horas na sede do PDT em Brasília.

A Executiva Nacional do PDT decidiu, nesta quarta-feira (17), instaurar processo disciplinar contra os oito deputados federais que desrespeitaram decisão da legenda e votaram a favor da Reforma da Previdência proposta pelo governo do presidente Jair Bolsonaro.

Entre os parlamentares afetados está Tabata Amaral, que cumpre seu primeiro mandato na Câmara e foi duramente hostilizada pela militância esquerdista nas redes sociais após o voto favorável à reforma.

Segundo o site Congresso em Foco, o presidente nacional da legenda, Carlos Lupi, afirmou:

“Todos tiveram todas as instâncias partidárias para discutir, apresentar propostas. E somente no dia da votação, depois de meses de discussões internas, os parlamentares se posicionaram a favor desta covardia contra os trabalhadores brasileiros.”

Lupi mencionou, no entanto, a situação pode ser revertida de acordo com o posicionamento dos parlamentares durante a votação da PEC da reforma no segundo turno:

“Mas é importante lembrar também que ainda terá uma segunda votação na Câmara, em agosto. O ser humano vive da evolução. E acho que todos podem evoluir durante esse processo.”

Compartilhe

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email