Português   English   Español

PDT fecha questão contra reforma da Previdência

PDT fecha questão contra reforma da Previdência
Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia.

Dono de uma bancada com 32 parlamentares — 28 deputados federais e 4 senadores, o PDT decidiu nesta segunda-feira (18) fechar questão contra a Nova Previdência proposta pelo governo Bolsonaro.

O presidente do partido, Carlos Lupi, enviou um alerta claro aos seus parlamentares: quem não votar contra a reforma da Previdência estará sujeito a suspensão ou expulsão do PDT.

A decisão foi tomada em reunião na sede do partido em Brasília, informa o Congresso em Foco.

Lupi afirma que o PDT não é contra uma reforma do sistema previdenciário brasileiro, mas que o texto da equipe do Ministro da Economia, Paulo Guedes, tem “vícios originais” que impedem o apoio da sigla.

Carlos Lupi afirmou:

“O governo apresenta para a sociedade uma conta falsa do déficit previdenciário. Se o governo quiser fazer qualquer proposta de reforma da Previdência, tem que apresentar as contas verdadeiras com transparência.”

A sigla de viés esquerdista se junta ao Partido dos Trabalhadores (PT) na oposição formal ao projeto de reforma previdenciária.

Lideranças do PT participaram de reunião, na última quinta-feira (14), onde ficou definido a estratégia da legenda para impedir o avanço da “cruel reforma da Previdência”, como você viu na RENOVA.

Compartilhe...

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on reddit

Deixe seu comentário...

A RENOVA Mídia não se responsabiliza pelo conteúdo, opiniões e comentários dos visitantes do site. NÃO publique ofensas, discordar não é ofender. Caso encontre algum material com ofensas, denuncie. Lembre-se que ao comentar em nosso portal você concorda com estes Termos de Uso.

Veja também...