Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

PDT impulsiona CPI para investigar supostas conversas de Moro

Tarciso Morais

Tarciso Morais

PDT impulsiona CPI para investigar supostas conversas de Moro
COMPARTILHE

“Os fatos são muito graves”, disse o deputado André Figueiredo, líder do PDT na Câmara.

O Partido Democrático Trabalhista (PDT) começará a coletar na tarde desta segunda-feira (10) assinaturas para um pedido de criação de Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para investigar as supostas conversas do ministro da Justiça, Sergio Moro, vazadas ao site The Intercept.

Segundo o site Poder360, o líder do PDT na Câmara, André Figueiredo (CE), confirmou a informação:

“Os fatos são muito graves. Avaliaremos conjuntamente [com o partido] nossa ação e protocolaremos um pedido de CPI.”

Para uma CPI ser criada, é preciso o apoio de 171 deputados. Também é possível criar uma CPI mista, ou seja, com a participação de deputados e senadores. Para isso, é preciso apoio de 171 deputados e 27 senadores.

“O clima pesou em Brasília. É preocupante a situação. Fato grave”, disse o líder do Podemos, José Nelto (GO), uma das siglas que defendem enfaticamente a Operação Lava Jato. “Defendemos a Lava Jato, mas somos o partido da legalidade”, disse.

- PUBLICIDADE -
TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram