Português  English  Español  Italiano  Français  Deutsch
Português  English  Español  Italiano  Français  Deutsch

Pedido da PGR sobre Lava Jato ‘causa estranheza’, diz Moro

Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia
Provas apontam que Lula se corrompeu diz Moro
Imagem: André Borges/Metrópoles

“Registro minha solidariedade aos procuradores competentes que preferiram deixar seus postos em Brasília”, diz Moro.

O ex-ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro, afirmou, no último sábado (27), que “causam estranheza” os pedidos da Procuradoria-Geral da República (PGR) para obter informações da operação “Lava Jato”. 

Na última sexta-feira (26), membros do grupo de trabalho da operação na PGR pediram demissão após uma diligência feita pela subprocuradora Lindôra Araújo, braço-direito do procurador-geral Augusto Aras, no Ministério Público Federal (MPF) no Paraná em busca de informações sobre o início da operação.

Em ofício a Aras, a Lava Jato demonstrou desconforto com o recolhimento de dados da operação “sem prestar informações sobre a existência de um procedimento instaurado, formalização ou escopo definido”.

Em nota, Sérgio Moro, que atuou por muito tempo como juiz da Lava Jato em Curitiba, declarou:

“Aparentemente, pretende-se investigar a Operação Lava Jato em Curitiba. Não há nada para esconder nela, embora essa intenção cause estranheza.”

E acrescentou:

“Registro minha solidariedade aos procuradores competentes que preferiram deixar seus postos em Brasília.”

Referências: [1]

Compartilhe

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email