Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Pela 1ª vez, Papa denuncia perseguição contra uigures na China

Papa Francisco quer canonizar missionários na Amazônia
COMPARTILHE

"Penso muito nos povos perseguidos: os rohingyas, os pobres uigures e os yazidis", diz o Papa.

Papa Francisco chamou a minoria muçulmana uigur, que vive em Xinjiang, província da China, de “povo perseguido”. 

Esta foi a primeira vez que o chefe do Vaticano denunciou a perseguição do regime comunista contra os uigures. 

A afirmação foi antecipada pela agência católica asiática UCA News e está no livro “Voltemos a sonhar. O caminho para um futuro melhor”. 

A obra, que foi escrita pelo Pontífice com o jornalista Austen Ivereigh, será publicada no dia 1º de dezembro na Itália. 

Grupos de defesa de direitos humanos estão pedindo há muito tempo para que o líder da Igreja Católica se manifeste sobre as inúmeras denúncias contra a China na questão dos uigures.   

No capítulo do livro dedicado aos temas ligados aos povos cristãos perseguidos em países islâmicos, Francisco também cita aqueles que são punidos por outras religiões. 

“Penso muito nos povos perseguidos: os rohingyas, os pobres uigures e os yazidis”, diz um trecho da publicação, segundo a agência ANSA

PUBLICIDADE

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Comentários_

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião da RenovaMídia.

Ao comentar você concorda com nossos termos de uso e política de privacidade.

Assinar
Notificar quando
guest
5 Comentários
Feedbacks em linha
Ver todos os comentários
Luis
Luis
1 mês atrás

falou em uigures?até q enfim o popeye vermelho começou a defender o islamismo no oriente e não só no ocidente, ele sabe q os chineses deturparam o comunismo e q a crença verdadeira é o comunismo globalista, aí sim mostra pra eles chiquinho bilderberg, nova ordem e reset pra plebe

Vicente
Vicente
1 mês atrás

Agora, somente agora! Esse papa é uma piada de mal gosto. O problema do súmo pontífice é que ele realmente pensa demais e age muito pouco e sua fala é mansa e descompromissada com a realidade. Não combate o bom combate em prol dos cristãos perseguidos e mortos mundo a fora. Esse papa é fake.

Aparecido
Aparecido
1 mês atrás

O Cheguepapa vem à publico pelo fato de que os chineses devem estar finalizando a “limpeza”.

Paulo Arais
Paulo Arais
1 mês atrás

Tão autentico quanto uma nota de três reais o Papa. Não adianta falar que pensa em povos perseguidos enquanto renova o acordo Vaticano-China que permite que a China interfira de todos os modos na Igreja Católica naquele país inclusive indicando bispos alinhados com o pensamento do Partido Comunista.

Erik Anderson
Erik Anderson
1 mês atrás

Esse Papa em uma vergonha para Igreja Católica, fala das perseguições do Partido Comunista Chinês para com os islâmicos, mas não fala nada dos inúmeros cristãos que são presos na China apenas por exercer a sua fé.

PUBLICIDADE