Pena de morte é tema central das eleições nas Filipinas

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

As eleições de meio mandato serão realizadas na próxima segunda-feira (13) nas Filipinas.

O pleito eleitoral de amanhã nas Filipinas pode dar ao presidente Rodrigo Duterte a possibilidade de implementar sua promessa de reinstaurar a pena de morte e reformar a Constituição.

Apesar das críticas internacionais, Duterte continua muito popular, em parte por sua sinceridade, já que alguns filipinos o consideram um recurso confiável ante a ineficiência das elites políticas tradicionais.

Duterte se comprometeu a restabelecer a pena capital para crimes relacionados ao tráfico de drogas e lidera uma campanha contra os entorpecentes.

Seu programa de linha dura contra a criminalidade teve um papel crucial em sua vitória por ampla margem na eleição presidencial de 2016.

Atualmente ele defende a redução da maioridade penal de 15 para 12 anos. A princípio, no entanto, queria a mudança para a partir dos 9 anos.

Entre os 18.000 cargos que estão em disputa nas eleições de segunda-feira, os filipinos definirão metade do Senado, instituição que teve papel crucial nos últimos três anos para bloquear algumas das iniciativas mais polêmicas de Duterte, ex-prefeito de Davao, a grande cidade do sul do país, informa a agência AFP.

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Newsletter

Receba as principais notícias do dia, assine nossa newsletter gratuita.