Português   English   Español
Português   English   Español

Pena de morte para chinês que matou 18 pessoas em incêndio

Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia

O criminoso diz que agiu motivado por ‘vingança’ após ter sido rejeitado por uma garçonete.

O chinês acusado de incendiar uma casa de karaokê na província de Qingyuan, no sul da China, em abril deste ano, foi condenado à morte pela justiça chinesa.

O ataque deixou 18 mortos e quatro feridos, segundo informações são da agência oficial de notícias Xinhua.

Liu Chunlu foi julgado pelo Tribunal Popular Intermediário de Qingyuan. Além da pena capital, ele também perdeu todos seus direitos políticos. Na corte, ele admitiu ter cometido o incêndio com o óleo de sua motocicleta, que depois foi utilizada para bloquear a saída do edifício.

O motivo do crime, segundo Liu, foi “vingança” por ter sido rejeitado por uma garçonete e, no mesmo dia, ser interrompido em uma reunião de negócios por outro cliente do karaokê.

O incêndio causou a morte por asfixia de 18 pessoas e deixou quatro feridos. Liu Chunlu foi preso pelos policiais no dia seguinte do crime após ser identificado por testemunhas.

 

Adaptado da fonte Estadão

Compartilhe_

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email

Comentários_

A RENOVA Mídia não se responsabiliza pelo conteúdo, opiniões e comentários dos visitantes do site. NÃO publique ofensas, discordar não é ofender. Caso encontre algum material com ofensas, denuncie. Lembre-se que ao comentar em nosso portal você concorda com estes Termos de Uso.

Outras Notícias_

Newsletter

Inscreva seu email na RENOVA para receber atualizações diárias com as últimas notícias do Brasil e do mundo.

Nome:

Email: