- PUBLICIDADE -

Pentágono acredita em vacina contra coronavírus até final do ano

Brasil estuda relacao entre vacina BCG e o novo coronavirus
Imagem: Pedro Hamdan/SAÚDE é Vital
- PUBLICIDADE -

EUA têm neste momento mais de 1,88 milhão de casos de coronavírus, com mais de 108 mil mortes.

A coronel Wendy Sammons-Jackson, diretora do Programa de Pesquisa de Doenças Infecciosas das Forças Armadas dos Estados Unidos, afirmou, nesta terça-feira (2), que acredita ser possível que algum tipo de vacina contra o coronavírus esteja disponível até o fim deste ano.

Kayvon Modjarrad, outro pesquisador do Exército dos EUA, afirmou¹ que os cientistas estão aprendendo sobre o coronavírus “mais rápido do que sobre qualquer outro vírus anterior”.

Modjarrad declarou:

“Chegar a uma vacina em questão de meses, do conceito até a terceira fase de testes clínicos e com potencial de ser licenciada, não tem precedentes. Mas neste caso eu acredito muito que seja possível.”

A colaboração entre governo Donald Trump e setor privado envolve empresas como AstraZeneca e Johnson & Johnson.

Os militares norte-americanos planejam testar sua vacina em humanos no final do verão no Hemisfério Norte, por volta do mês de setembro.

Referências: [1]
PUBLICIDADE
- PUBLICIDADE -

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -