Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
- PUBLICIDADE -

Pentágono revela detalhes do novo míssil hipersônico dos EUA

Tarciso Morais

Tarciso Morais

Pentágono revela detalhes do novo míssil hipersônico dos EUA
COMPARTILHE

“Os adversários tomaram a decisão de desenvolver seus sistemas hipersônicos”, alerta oficial do Exército dos EUA.

Autoridades do Ministério da Defesa dos Estados Unidos revelaram detalhes sobre o míssil que o presidente Donald Trump vem apontando como parte de um grande esforço norte-americano para acompanhar os programas de armas hipersônicas da China e da Rússia.

Um oficial da pasta disse à emissora CNN que no teste de voo mais recente, o míssil alcançou uma velocidade 17 vezes superior a do som.

Os mísseis hipersônicos viajam pelo menos a cinco vezes a velocidade do som. Eles são considerados altamente manobráveis e capazes de operar em diferentes altitudes.

A Rússia anunciou que colocou seu míssil hipersônico com capacidade nuclear conhecido como “The Avangard” em serviço de combate no final do ano passado.

Já o regime comunista da China recentemente exibiu sua arma hipersônica, o DF-17, durante um desfile militar do Exército de Libertação Popular.

Quando o assunto é armas hipersônicas, os EUA reconheceram que precisam alcançar Moscou e Pequim.  O Pentágono solicitou bilhões para o desenvolvimento de armamentos.

“Tenho plena confiança de que nos atualizaremos e estamos investindo em hipersônicas”, disse à CNN o Secretário Assistente de Defesa para Estratégia, Planos e Capacidades, Vic Mercado.

“Os adversários tomaram essa decisão de desenvolver seus sistemas hipersônicos, e isso realmente cria uma potencial assimetria na capacidade de combate. Se quisermos garantir o nosso domínio militar, simplesmente não podemos permitir”, acrescentou o oficial do Exército dos EUA.

- PUBLICIDADE -
Error: Embedded data could not be displayed.
TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
VEJA TAMBÉM
Error: Embedded data could not be displayed.