PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

Pequeno país quer avançar mineração no fundo do mar

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

"Nódulos" localizados no fundo do mar são ricos em minerais.

PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

Com 21 quilômetros quadrados de território e uma população de 12 mil habitantes, Nauru é um país insular no Oceano Pacífico.

Em carta enviada recentemente à Autoridade Internacional para os Fundos Marinhos, a nação pediu ao braço da ONU que acelere a regulamentação que servirá de baliza para a mineração em alto mar.

Localizados no fundo do mar e ricos em minerais, os “nódulos” são alvo de empresas e governos há décadas.

Metais no fundo do mar do Japão | Foto: Jamstec/ANN

Agora, em parceria com a empresa DeepGreen, o governo de Nauru argumenta que é “um dever dele para com a comunidade internacional” tomar essa iniciativa de acionar o gatilho a fim de ajudar a se alcançar “segurança regulatória“.

Em entrevista à emissora BBC, o executivo Matthew Gianni, da Deep Sea Conservation Coalition, declarou:

“Isso poderia realmente abrir as comportas. Se Nauru e a DeepGreen obtiverem uma licença provisória, qualquer empresa ou Estado nacional pode acionar o gatilho de dois anos também e, então, todo o processo entrará no caos absoluto. As coisas ficaram muito mais complicadas —não seria um processo de negociação coordenado e bem planejado para atingirmos a regulamentação.”

No entanto, cientistas alertam que esses nódulos são habitat para inúmeras formas de vida e que se formaram ao longo de vários milhões de anos. 

Dessa forma, qualquer recuperação posterior à mineração será incrivelmente lenta, o que pode ser extremamente prejudicial para o meio ambiente.

Pequena nação de Nauru | Foto: Reprodução/Twitter
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

Encontrou um erro?

Para comunicar um erro de português, de informação ou técnico, preencha o formulário abaixo.