PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

Pequim critica OTAN por criar ‘teoria da ameaça chinesa’

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Pequim acusou a OTAN de "exagerar várias formas da teoria da ameaça chinesa".

PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

O regime comunista em Pequim acusou a OTAN, nesta terça-feira (15), de “exagerar a teoria da ameaça chinesa“.

A declaração foi proferida um dia após a cúpula da Aliança Atlântica alertar para as ameaças apresentadas pelas políticas chinesas e da Rússia.

Em um comunicado, a missão chinesa na União Europeia pediu à OTAN para “ver racionalmente o desenvolvimento da China” e parar de “criar confrontos artificiais“.

Na conclusão da cúpula, nesta segunda-feira (14), em Bruxelas, os representantes dos países da OTAN concentraram suas preocupações na Rússia e na China.

Ainda de acordo com a missão chinesa, tal manifestação “difama a evolução pacífica” do país asiático.

Após os comentários chineses, o secretário-geral da OTAN, Jens Stoltenberg, procurou atenuar a declaração final da cúpula.

A China não é nossa adversária, nossa inimiga. Mas devemos enfrentar os desafios que a China representa para nossa segurança“, afirmou Stoltenberg.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

Encontrou um erro?

Para comunicar um erro de português, de informação ou técnico, preencha o formulário abaixo.