Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Perder o ano letivo é inadmissível, diz Bolsonaro

Tarciso Morais

Tarciso Morais

Jair Bolsonaro sanciona lei do abuso de autoridade com vetos
Jair Bolsonaro, Presidente do Brasil
COMPARTILHE

“Só está faltando nós”, disse Bolsonaro sobre a volta às aulas.

O presidente da República, Jair Bolsonaro, afirmou, nesta quinta-feira (17), considerar “inadmissível” que se perca o ano letivo por causa da pandemia de coronavírus.

Em live no Facebook, o chefe do Executivo voltou a criticar o fato de os alunos ficarem em casa e defendeu a reabertura dos estabelecimentos de ensino.

Bolsonaro disse ainda ter pedido ao ministro da Educação, Milton Ribeiro, que prepare orientações para o retorno das aulas no Brasil.

Contudo, o presidente enfatizou que a decisão de se reabrir estabelecimentos de ensino não é do governo federal, mas de Estados e municípios.

Ontem, em audiência pública com deputados e senadores, Ribeiro também ressaltou que a decisão de reabrir as escolas não cabe à pasta.

“Se dependesse de mim, retornava amanhã. Mas temos os riscos e temos que saber que o MEC não tem esse poder. A opinião do ministro é essa”, disse o ministro, como noticiou a RenovaMídia.

- PUBLICIDADE -
TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram