Perito do PSL vê auditoria ‘frágil’ em urnas

Português   English   Español
Perito do PSL vê auditoria ‘frágil’ em urnas
TARCISO MORAIS
TARCISO MORAIS
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia

O engenheiro Paulo Fagundes, perito indicado pelo PSL de Jair Bolsonaro para acompanhar a auditoria de urnas eletrônicas no Paraná, disse que considerou a fiscalização frágil.

Para ele, apesar de o procedimento não ter detectado nenhum indício de fraude, faltou acesso ao código-fonte, que gera todos os programas rodados na urna no dia da votação.

“Faltou transparência, porque eu não sei o que é gerado dentro da urna”, afirmou o perito do partido de Jair Bolsonaro.

Após a queixa do perito, e a pedido da corregedoria do TRE-PR, o TSE liberou o acesso de Fagundes ao código-fonte, em decisão desta terça (23).

O relatório final da auditoria no Paraná, realizada na semana passada e acompanhada por partidos, OAB, PF e outros observadores, considerou que não havia indícios de fraude e que as urnas estavam em perfeitas condições de uso.

 

Adaptado da fonte O Antagonista
SIGA A RENOVA

Compartilhe...

Share on whatsapp
Share on google
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on email

Deixe seu comentário...

Veja também...