Perseguição religiosa continua forte no regime islâmico do Irã

Idiomas:

Português   English   Español
Perseguição religiosa continua forte no regime islâmico do Irã
Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia.

O último membro preso do antigo corpo de liderança da comunidade bahá’í foi libertado da cadeia após cumprir uma injusta sentença de 10 anos de prisão por simplesmente praticar sua fé.


Apesar do aspecto positivo da recente libertação do líder religioso, os bahá’ís do Irã continuam enfrentando perseguições diárias e generalizadas.

Afif Naeimi, 56 anos, foi preso em 14 de maio de 2008 e acusado, entre outras falsas alegações, de espionagem, propaganda contra o regime islâmico do Irã e pelo estabelecimento de uma administração ilegal.

Enquanto estava detido, o senhor Naeimi teve sérios problemas de saúde, muitas vezes recebendo tratamento inadequado.

Em uma decisão cruel, autoridades entenderam de que o breve período que o líder religioso dos bahá’ís passou em um hospital se recuperando não seria contado como parte de sua sentença.

Afif Naeimi (centro) com seus entes queridos em Teerã depois de 10 anos de prisão.

A fé dos bahá’ís

Fundada por Bahá’u’lláh na Pérsia, a fé bahá’í é uma religião monoteísta que enfatiza a união espiritual de toda a humanidade.

A ampla e sistemática perseguição do Irã à comunidade bahá’í – incluindo prisões rotativas, sentenças arbitrárias nos tribunais e fechamento de lojas – foi condenada nos últimos meses pela Assembleia Geral das Nações Unidas, o Parlamento Europeu e a Câmara dos Representantes dos Estados Unidos, assim como os Parlamentos da Austrália e Suécia.

Além disso, um número crescente de iranianos dentro e fora do Irã estão denunciando a perseguição. No mês passado, um grupo de intelectuais iranianos muçulmanos condenou a “violação sistemática e profundamente enraizada dos direitos dos cidadãos bahá’ís”, que foi descrita como “desumana e contrária às obrigações religiosas e morais”.

Curta e compartilhe...

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on reddit
Share on vk

Deixe seu comentário...

A RENOVA Mídia não se responsabiliza pelo conteúdo, opiniões e comentários dos visitantes do site. NÃO publique ofensas, discordar não é ofender. Caso encontre algum material com ofensas, denuncie. Lembre-se que ao comentar em nosso portal você concorda com estes Termos de Uso.

Veja também...