Premiê do Peru reitera que Maduro não poderá entrar no país

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

A primeira-ministra do Peru, Mercedes Aráoz, declarou nessa quinta-feira (15/02) que o ditador da Venezuela, Nicolás Maduro, não poderá entrar no país nem sobrevoar o espaço aéreo peruano.

Maduro declarou que pretendia comparecer à oitava Cúpula das Américas, que será realizada em Lima nos dias 13 e 14 de abril, após chanceleres de 14 países rejeitarem a presença do ditador no evento.

Não pode entrar nem no território nem no céu peruano. Ele não pode entrar (no Peru) porque não está sendo bem-vindo“, disse Mercedes à emissora Rádio Programas del Perú. A presidente do Conselho de Ministros e também segunda vice-presidente do Peru respondeu assim ao anúncio feito por Maduro de que compareceria à cúpula de Lima.

Aráoz afirmou que o governo peruano retirou em novembro o convite feito ao ditador venezuelano para comparecer à reunião, por ele ter rompido o diálogo com a oposição e ter convocado de maneira antecipada eleições presidenciais no seu país, marcadas para 22 de abril.

Ele (Maduro) tem que entender que não queremos recebê-lo no Peru“, acrescentou Aráoz, cujo governo é um dos 12 integrantes do Grupo de Lima, que na terça-feira (13) rejeitou a presença de Maduro na Cúpula das Américas, a pedido do Peru, país anfitrião, requerimento que foi respeitado pelos demais membros.

 

Com informações de: [EBC]

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Newsletter

Receba as principais notícias do dia, assine nossa newsletter gratuita.