Pesquisa comprova que franceses sentem medo dos imigrantes ilegais

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Uma pesquisa de opinião divulgada na sexta-feira (29) aponta que mais da metade dos franceses considera que a França está recebendo muitos imigrantes. O estudo também afirma que a maioria da população teme os refugiados vindos da Síria e do Iraque.

No momento em que os líderes europeus discutem a questão da entrada de migrantes no bloco e da distribuição desses refugiados entre os 27 membros da União Europeia (UE), uma pesquisa revela a percepção dos franceses diante dessas populações vindas de fora.

Realizada pelo instituto Odoxa-Dentsu Consulting, a pesquisa aponta que 60% dos franceses consideram que a França acolhe imigrantes demais.

De acordo com informações da RFI:

Outro dado que chama a atenção no estudo é que as populações vindas da Síria ou do Iraque suscitam “medo ou preocupação” em 54% das pessoas consultadas. Já para 45%, esses refugiados despertam simpatia e compaixão. Os números, no entanto, revelam uma ligeira evolução das mentalidades sobre o assunto. Em 2016, 61% diziam ter medo desses migrantes, enquanto 38% exprimiam compaixão.

A pesquisa também analisa a imagem da ação das autoridades diante da crise migratória. Segundo o estudo, 73% dos franceses estimam que o governo não está à altura na hora de responder à questão dos migrantes. A mesma porcentagem afirma não confiar na União Europeia para resolver o a situação. Eles eram 66% em 2015.

O estudo foi realizado entre os dias 27 e 28 de junho de 2018 e consultou 967 franceses, maiores de idade e representativos da população.

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Newsletter

Receba as principais notícias do dia, assine nossa newsletter gratuita.