- PUBLICIDADE -

Pesquisadores descobrem traços de cirurgia cerebral na Grécia Antiga

Pesquisadores descobrem tracos de cirurgia cerebral na Grecia Antiga
Imagem: Reprodução/Phys.org
- PUBLICIDADE -

“A operação cirúrgica é a mais complexa que já vi nos meus 40 anos de trabalho com materiais antropológicos”, diz pesquisador.

Um novo estudo da Universidade Adelphi, nos Estados Unidos, analisou dez esqueletos dos séculos IV a VII, descobrindo que um tipo precoce e complexo de cirurgia cerebral já era realizado nesta época na Grécia.

A pesquisa norte-americana é a primeira a realizar análises forenses em uma descoberta arqueológica de um grupo de pessoas do Império Romano do Oriente.

Os esqueletos foram encontrados no sítio arqueológico Paliokastro, na ilha grega de Tasos, sendo quatro mulheres e seis homens.

Todas as ossadas analisadas são provavelmente de alto status social, pois o local do enterro, a arquitetura da igreja monumental funerária e a construção dos túmulos são “espetaculares”, de acordo 

Segundo o site Hypescience, o antropólogo Anagnostis Agelarakis, principal pesquisador do estudo, declarou:

“De acordo com as características esqueleto-anatômicas dos indivíduos, tanto os homens quanto as mulheres viveram vidas fisicamente exigentes. Os casos de trauma muito graves sofridos pelos indivíduos foram tratados cirurgicamente ou ortopedicamente por um médico/cirurgião muito experiente, com grande treinamento em tratamento de traumas. Acreditamos que tenha sido um médico militar.”

Agelarakis e seus colegas obtiveram diversas informações médicas a partir de seus esqueletos. Um deles, inclusive, havia passado por uma cirurgia extraordinária na cabeça e no pescoço.

Os pesquisadores determinaram que a causa provável para tal operação foi uma infecção, e que o arqueiro morreu logo após ou durante a cirurgia.

Agelarakis concluiu:

“A operação cirúrgica é a mais complexa que já vi nos meus 40 anos de trabalho com materiais antropológicos. É inacreditável que tenha sido realizada, com os preparativos mais complicados para a intervenção, e depois a própria operação cirúrgica que ocorreu, em uma era pré-antibiótica.”

PUBLICIDADE
- PUBLICIDADE -

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -