Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Pesquisadores desenvolvem novo tratamento para câncer de ovário

Pesquisadores desenvolvem novo tratamento para câncer de ovário
COMPARTILHE

“[O novo composto] tem alta seletividade para células de câncer, isso traz uma expectativa de menos efeitos colaterais”, diz pesquisador brasileiro.

Um grupo de pesquisadores do Brasil, Reino Unido e Itália desenvolveu um composto com ação potente e seletiva contra o câncer de ovário. 

Coordenado por um professor brasileiro, o estudo realizado com o novo composto à base de paládio demonstrou sua eficácia contra células de tumor de ovário sem afetar o tecido saudável. 

O paládio é um metal raro de alto valor comercial.

Além disso, testes em células tumorais apontaram a ação do composto contra tumores resistentes ao tratamento mais utilizado atualmente no combate ao câncer de ovário, que é feito com um fármaco chamado cisplatina.

O trabalho foi conduzido durante a pesquisa de doutorado da professora Carolina Gonçalves Oliveira, atualmente no Instituto de Química da Universidade Federal de Uberlândia (UFU), que teve apoio da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp).

O pesquisador do Instituto de Química de São Carlos da Universidade de São Paulo (IQSC-USP), Victor Marcelo Deflon, que coordenou o estudo, declarou:

“[O novo composto] tem alta seletividade para células de câncer, isso traz uma expectativa de menos efeitos colaterais. E ele é ativo em células de câncer resistentes à cisplatina, isso é ótimo porque é uma alternativa para tratar câncer nesses casos que são resistentes à cisplatina. Algumas células de câncer aprendem a se defender da cisplatina, então ficam resistentes.”

Segundo o site UOL, ele acrescentou: 

“O fato de ele [novo composto] atuar em células resistentes à cisplatina mostra que o mecanismo de ação dele é diferente, então a gente foi estudar qual era o mecanismo e acabou encontrando que o potencial alvo dele é uma enzima, não o DNA.”

PUBLICIDADE

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Comentários_

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião da RenovaMídia.

Ao comentar você concorda com nossos termos de uso e política de privacidade.

Assinar
Notificar quando
guest
0 Comentários
Feedbacks em linha
Ver todos os comentários

PUBLICIDADE