Pesquisadores desenvolvem novo tratamento para câncer de ovário

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

“[O novo composto] tem alta seletividade para células de câncer, isso traz uma expectativa de menos efeitos colaterais”, diz pesquisador brasileiro.

Um grupo de pesquisadores do Brasil, Reino Unido e Itália desenvolveu um composto com ação potente e seletiva contra o câncer de ovário. 

Coordenado por um professor brasileiro, o estudo realizado com o novo composto à base de paládio demonstrou sua eficácia contra células de tumor de ovário sem afetar o tecido saudável. 

O paládio é um metal raro de alto valor comercial.

Além disso, testes em células tumorais apontaram a ação do composto contra tumores resistentes ao tratamento mais utilizado atualmente no combate ao câncer de ovário, que é feito com um fármaco chamado cisplatina.

O trabalho foi conduzido durante a pesquisa de doutorado da professora Carolina Gonçalves Oliveira, atualmente no Instituto de Química da Universidade Federal de Uberlândia (UFU), que teve apoio da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp).

O pesquisador do Instituto de Química de São Carlos da Universidade de São Paulo (IQSC-USP), Victor Marcelo Deflon, que coordenou o estudo, declarou:

“[O novo composto] tem alta seletividade para células de câncer, isso traz uma expectativa de menos efeitos colaterais. E ele é ativo em células de câncer resistentes à cisplatina, isso é ótimo porque é uma alternativa para tratar câncer nesses casos que são resistentes à cisplatina. Algumas células de câncer aprendem a se defender da cisplatina, então ficam resistentes.”

Segundo o site UOL, ele acrescentou: 

“O fato de ele [novo composto] atuar em células resistentes à cisplatina mostra que o mecanismo de ação dele é diferente, então a gente foi estudar qual era o mecanismo e acabou encontrando que o potencial alvo dele é uma enzima, não o DNA.”

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Newsletter

Receba as principais notícias do dia, assine nossa newsletter gratuita.