Português  English  Español  Italiano  Français  Deutsch
Português  English  Español  Italiano  Français  Deutsch

Pesquisadores do Brasil sequenciam genoma do coronavírus em 48 horas

Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia
Brasil recebe amostra do coronavírus para testes e capacitação
Imagem: Reprodução/Twitter

“Temos trabalhado para desenvolver uma tecnologia rápida e barata”, diz pesquisadora brasileira.

Pesquisadores do Brasil conseguiram sequenciar o genoma da nova variante de coronavírus que foi identificada em São Paulo.

Eles conseguiram o feito apenas 48 horas desde a confirmação do primeiro caso de infecção pelo vírus em território brasileiro.

O trabalho foi conduzido por cientistas do projeto chamado Cadde, gerenciado pelo Instituto Adolfo Lutz, do Instituto de Medicina Tropical da Faculdade de Medicina da USP e da Universidade de Oxford

Em média, ao redor do mundo, os grupos de pesquisa estão levando cerca de 15 dias para conseguir fazer o sequenciamento. 

O projeto brasileiro foi lançado justamente com o objetivo de agilizar esse processo. O objetivo é ajudar a fornecer informações com mais rapidez.

Ester Sabino, do Instituto de Medicina Tropical, declarou:

“Uma sequência só não revela muita coisa, mas a importância é mostrar que rapidamente somos capazes de fazer e colocar isso à disposição de outros cientistas do mundo. Quanto mais genomas tivermos, mais podemos entender como a epidemia vai evoluindo no mundo. Por isso precisamos ter isso muito rapidamente.”

E, segundo o jornal Estadão, acrescentou:

“Temos trabalhado para desenvolver uma tecnologia rápida e barata. Todos os casos que forem confirmados no Adolfo Lutz serão sequenciados. A ideia é fornecer informações que possam ser usada para entender a epidemia em curso, para que outros cientistas possam comparar os dados. Essa cadeia de informação de todo mundo junto é importante para o mundo poder responder à epidemia.”

Compartilhe

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email

Comentários

A RENOVA Mídia não se responsabiliza pelo conteúdo, opiniões e comentários dos visitantes do site. NÃO publique ofensas, discordar não é ofender. Caso encontre algum material com ofensas, denuncie. Lembre-se que ao comentar em nosso portal você concorda com estes Termos de Uso.

Outras Notícias