PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

Peste negra não constitui ameaça grave à China, diz OMS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

“Não consideramos que haja um risco alto, mas estamos monitorando de perto”, diz OMS.

A Organização Mundial da Saúde (OMS) afirmou, nesta terça-feira (7), que está monitorando de perto os casos da peste negra registrados na China.

A entidade internacional enfatizou que a situação não representa uma grande ameaça e que está sendo “bem administrada” pelo regime comunista.

Em coletiva de imprensa em Genebra, segundo a agência France-Presse, uma porta-voz da OMS, Margaret Harris, declarou:

“Não consideramos que haja um risco alto, mas estamos monitorando de perto.”

Vários casos da peste bubônica foram relatados nos últimos dias na China, principalmente na região da Mongólia Interior.

Há pelo menos 5 mil anos, a Yersinia pestis, bactéria causadora da enfermidade, circula no mundo. 

Em 2011, testes genéticos realizados em vítimas da peste negra, que devastou a Europa em meados do século 14, identificaram a bactéria como causadora da epidemia medieval.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

Encontrou um erro?

Para comunicar um erro de português, de informação ou técnico, preencha o formulário abaixo.