Português   English   Español

Petistas atacam o Comandante do Exército Brasileiro

Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

Após entrevista do general Villas Bôas ao jornal Estadão, lideranças petistas começaram a lançar ataques, em conjunto, contra o Comandante do Exército Brasileiro.

O deputado Wadih Damous, por exemplo, usou sua conta no Twitter para dizer que, em outros países, o general seria exonerado pelas suas declarações.

A presidente do PT, Gleisi Hoffmann, também criticou as declarações do Comandante.

O candidato ao Senado pelo Rio de Janeiro, Lindbergh Farias, também não poderia ficar fora dessa.

Ao jornal Estadão, o general Eduardo Villas Bôas declarou que se Lula ficasse elegível, estaria “afrontando tanto a Constituição quanto a Lei da Ficha Limpa”.

O próprio Partido dos Trabalhadores (PT) publicou uma nota oficial de repúdio à entrevista do general.

Para a legenda comandada pelo presidiário, a entrevista do general “é o mais grave episódio de insubordinação de uma comandante das Forças Armadas ao papel que lhes foi delimitado”.

Lei a íntegra da “Nota do PT: Repúdio à Tutela Militar Sobre a Democracia” clicando AQUI.

Deixe seu comentário...

Veja também...

Newsletter Renova!

Preencha o formulário para assinar nossa newsletter.

Nome Email
newsletter