Português   English   Español

Petistas estão indignados com Moro no Ministério da Justiça

Petistas estão indignados com Moro no Ministério da Justiça

Minutos após confirmada a informação de que Sergio Moro aceitou o convite de Jair Bolsonaro para ser o próximo ministro da Justiça, as lideranças petistas começaram a derramar lágrimas nas redes sociais.

O juiz federal Sergio Moro, responsável pela Operação Lava Jato em primeira instância, aceitou o convite para ser o novo ministro da Justiça a partir de 1º de janeiro de 2019.

A decisão foi oficializada por meio de uma nota oficial, e pelo próprio presidente eleito Jair Bolsonaro, em tuíte publicado minutos atrás.

O futuro ex-senador petista Lindbergh Farias escreveu no Twitter que sempre alertou que “Moro atuava como militante, e não como magistrado”.

A vice na chapa derrotada de Fernando Haddad (PT) à Presidência, Manuela D’Ávila, também reagiu à notícia:

A comunista Manuela fez uma boa leitura. Foi exatamente isto que aconteceu. O juiz federal Sergio Moro deixou claro esta pretensão em sua nota.

Horas atrás, ainda antes da confirmação de Moro, a presidente nacional do PT, Gleisi Hoffmann, já havia criticado a isenção do futuro Ministro da Justiça.

Deixe seu comentário

Veja também...