PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

PF abre inquérito para apurar se Bolsonaro prevaricou

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

PF abre inquérito para apurar se Bolsonaro prevaricou no caso da Covaxin.

PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

A Polícia Federal (PF) abriu um inquérito para investigar se o presidente Jair Bolsonaro prevaricou duranet a negociação de compra da vacina Covaxin, da Índia, contra a Covid-19.

De acordo com a legislação, prevaricar consiste em:

“Retardar ou deixar de praticar, indevidamente, ato de ofício, ou praticá-lo contra disposição expressa de lei, para satisfazer interesse ou sentimento pessoal.”

A investigação foi aberta a pedido da PGR e autorizada pelo STF, já que Bolsonaro tem foro privilegiado, destaca o portal G1.

O inquérito foi aberto após denúncias feitas pelo deputado Luiz Miranda (DEM-DF) e o irmão dele, o servidor do Ministério da Saúde Luiz Ricardo Miranda.

De acordo com os irmãos Miranda, em um uma reunião com Bolsonaro no dia 20 de março, eles informaram o chefe do Executivo sobre suspeitas de superfaturamento na compra da vacina indiana Covaxin.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

Encontrou um erro?

Para comunicar um erro de português, de informação ou técnico, preencha o formulário abaixo.