Português   English   Español
Português   English   Español

PF acredita que advogado desacatou Lewandowski no avião

PF acredita que advogado desacatou Lewandowski no avião
Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia.

PF vê indícios do crime de desacatado cometido pelo advogado que disse ao ministro Lewandowski que tinha vergonha do STF.

A Polícia Federal acredita que “há indícios do cometimento de crime de desacato” pelo advogado Cristiano Caiado de Acioli, 39 anos, que, em um voo que ia de São Paulo para Brasília, disse ao ministro Ricardo Lewandowski ter vergonha do Supremo Tribunal Federal e vergonha de ser brasileiro por causa da Corte.

A altercação aconteceu no último dia 4 de dezembro e foi o assunto mais comentado dos dias seguintes.

O delegado da Polícia Federal, Elias Milhomens de Araújo, determinou a abertura de um inquérito policial para apurar a discussão no episódio do avião três dias depois do episódio, no dia 7 de dezembro.

Na portaria que autorizou a abertura da investigação o delegado destacou a necessidade de “apurar possível ocorrência do tipo previsto no art. 331 do Código Penal Brasileiro (desacatar funcionário público no exercício da função ou em razão dela)”, informa o “Estadão“.

A lei prevê detenção de seis meses a dois anos ou multa.

Compartilhe...

Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on telegram
Share on reddit
Share on linkedin
Share on email

Deixe seu comentário...

A RENOVA Mídia não se responsabiliza pelo conteúdo, opiniões e comentários dos visitantes do site. NÃO publique ofensas, discordar não é ofender. Caso encontre algum material com ofensas, denuncie. Lembre-se que ao comentar em nosso portal você concorda com estes Termos de Uso.

Veja também...

Curta a RENOVA!