- PUBLICIDADE -

PF apura fraudes em licitação da prefeitura de Santo André

PF mira desvios de recursos do combate ao coronavirus no Amapa
Imagem: REUTERS/Sergio Moraes
- PUBLICIDADE -

Objetivo da PF é confirmar participação de funcionários públicos no golpe.

A Polícia Federal (PF) deflagrou, nesta quinta-feira (27), a operação “Protocletos” para cumprir três mandados de busca e apreensão e apurar fraudes no processo licitatório de compra emergencial de 689 mil fraldas descartáveis realizado pela prefeitura do município de Santo André, no estado de São Paulo.

A compra custou cerca de R$ 1,3 milhão aos cofres públicos. O objetivo é confirmar a participação de funcionários públicos na fraude.

A investigação faz parte dos trabalhos de identificação de desvios de verbas federais destinadas ao combate à pandemia causada pelo novo coronavírus realizados pela PF, em conjunto com a Controladoria Geral da União (CGU) e o Tribunal de Contas da União (TCU).

“Foi apurado que a empresa contratada pela prefeitura do município de Santo André possui como sócios pessoas interpostas do real proprietário que está impedido de contratar com o Poder Público por condenação judicial por atos de improbidade administrativa”, diz a PF, segundo a agência EBC.

PUBLICIDADE
- PUBLICIDADE -

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -