- PUBLICIDADE -

PF apura uso irregular de R$ 2,2 bilhões do SUS por governos

PF mira crimes na Secretaria de Saúde do Recife em meio à pandemia
- PUBLICIDADE -

Uso irregular de verbas da pandemia já é alvo da CPI da Covid no Senado.

Desde o início da crise sanitária provocada pela pandemia no Brasil,  o uso de verbas federais para combate ao coronavírus por Estados e municípios já rendeu 75 operações especiais da Polícia Federal (PF). 

As irregularidades investigadas atingem prefeituras ou governos de 23 Estados.

Ao todo, a enorme quantia de R$ 2,2 bilhões está sob investigação da PF.

O valor representa 3,5% dos R$ 64 bilhões repassados pelo governo Jair Bolsonaro através do Sistema Único de Saúde (SUS).

Com início em abril de 2020, as investigações da PF tiveram origem com base em denúncias de superfaturamento em contratos envolvendo recursos federais.

A prefeitura de Aroeiras, município no interior da Paraíba, foi alvo da primeira ação.

De lá para cá, mais 93 municípios entraram na mira da PF e de outros órgãos federais, como a Controladoria-Geral da União (CGU) e o Ministério Público Federal (MPF).

Ao longo do último ano, foram cumpridos 1.160 mandados de busca e apreensão, que levaram à prisão temporária de 135 pessoas e à prisão preventiva de outras 12.

PUBLICIDADE
- PUBLICIDADE -

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -