PF avalia abrir novo inquérito sobre atentado contra Bolsonaro

Twitter
Facebook
Google+
LinkedIn
Pinterest

O objetivo é investigar a possibilidade de que um terceiro tenha incentivado o esfaqueador Adelio Bispo Oliveira.

A Polícia Federal (PF) avalia abrir um novo inquérito sobre o atentado contra o candidato do PSL ao Planalto, Jair Bolsonaro.

O objetivo é investigar a possibilidade de que um terceiro tenha incentivado Adelio Bispo Oliveira, preso desde a última quinta (6), a cometer o crime.

Por ora, a PF mantém como principal tese a de que Oliveira agiu sozinho, pois não foram encontrados indícios da existência de um possível mandante.

A hipótese de um coautor ou instigador, no entanto, ainda não foi desconsiderada porque não foi concluída a análise de mídias apreendidas com Oliveira e de dados sobre suas informações financeiras.

Os investigadores já descartaram o envolvimento de um homem que estava próximo ao local do atentado, em Juiz de Fora (MG). Ele prestou depoimento nas primeiras horas após o ataque e foi liberado.

Também não foram encontradas evidências da participação de uma mulher, que, segundo mensagens nas redes sociais, teria entregado a faca a Oliveira.

 

Adaptado da fonte Gazeta do Povo
Twitter
Facebook
Google+
LinkedIn
Pinterest

Isso também pode te interessar

Deixe seu comentário

Anunciante
e-consulters
Parceiro

Assine nossa Newsletter!

Preencha o formulário para assinar.

Nome Email
newsletter

Últimas publicações