Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

PF conclui operação contra garimpo ilegal na Amazônia

Tarciso Morais

Tarciso Morais

Polícia Federal fecha garimpo ilegal em Mato Grosso
COMPARTILHE

As investigações foram realizadas com o auxílio de um sistema de monitoramento remoto contratado pela PF.

A Polícia Federal (PF) informou, nesta segunda-feira (21), que concluiu uma operação de três dias contra o garimpo ilegal na Amazônia.

Em nota à imprensa, a PF apontou o sistema de monitoramento por satélite que contratou como “fundamental” para realizar a operação: 

“As investigações foram realizadas com o auxílio de um sistema de monitoramento remoto contratado pela Polícia Federal, que possibilita o acesso a imagens e alertas diários de detecção de mudanças ambientais com acompanhamento por satélite, o que permitiu a rápida localização do garimpo ilegal. A celeridade na disponibilização das imagens permitida por esse sistema demonstra-se fundamental para o efetivo combate aos crimes ambientais no país.”

E, segundo o portal UOL, acrescentou:

“As investigações da PF apontam fortes indícios no sentido de que a bacia hidrográfica e a fauna da região foram atingidas por mercúrio, metal líquido utilizado no processo da extração do ouro.”

De acordo com o comunicado da PF, a operação contra o garimpo no rio Boia e afluentes, no município de Jutaí (AM), contou com a participação de 32 policiais federais e durou três dias. 

Foram desativadas quatro dragas e três balsas, onde havia cerca de 50 mil litros de diesel e de gasolina e que eram utilizadas como centro logístico para a distribuição de combustível.

- PUBLICIDADE -
TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram