Português   English   Español
Português   English   Español

PF conclui que Temer recebeu propinas da empreiteira Odebrecht

Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia
Michel Temer
Foto: PAULO LOPES/FUTURA PRESS

Polícia Federal diz ter indícios de corrupção envolvendo o presidente do Brasil, Michel Temer, no caso dos R$ 10 milhões da Odebrecht.

Relatório final da investigação foi encaminhado ao Supremo Tribunal Federal (STF) nesta quarta-feira (5) e também indica a prática dos mesmos crimes pelos ministros Eliseu Padilha, da Casa Civil, Moreira Franco, de Minas e Energia

No relatório final do inquérito aberto para apurar propinas da ordem de R$ 14 milhões da Odebrecht para a cúpula do MDB, a Polícia Federal concluiu pela existência de indícios de que o presidente Michel Temer e os ministros Eliseu Padilha, da Casa Civil, e Moreira Franco, de Minas e Energia, cometeram os crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro.

O documento foi encaminhado ao Supremo Tribunal Federal (STF) nesta quarta-feira, 5. Outro citado é candidato ao governo de São Paulo Pelo MDB, Paulo Skaf. No caso do candidato, a PF aponta para indício da prática de caixa 2.

Adaptado da fonte Estadão

Compartilhe...

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email

TELEGRAM

Acompanhe todas as notícias através do nosso canal no Telegram.

Newsletter

Inscreva seu email na RENOVA para receber atualizações diárias com as últimas notícias do Brasil e do mundo.

Nome:

Email:

Fique tranquilo(a), assim como você também odiamos spam, você poderá sair quando quiser :)

Comentários_

A RENOVA Mídia não se responsabiliza pelo conteúdo, opiniões e comentários dos visitantes do site. NÃO publique ofensas, discordar não é ofender. Caso encontre algum material com ofensas, denuncie. Lembre-se que ao comentar em nosso portal você concorda com estes Termos de Uso.

Outras Notícias_

Nunca mais seja massa de manobra. Assine!