Português   English   Español
Português   English   Español

PF conecta Marun com fraudes no Ministério do Trabalho

Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia

Polícia Federal pediu busca e apreensão em endereços do ministro de Temer, mas PGR discordou. Mensagens de celular comprovariam influência de Marun em concessões de registros sindicais.

O ministro da Secretaria de Governo, Carlos Marun (MDB-MS), um dos principais articuladores políticos do governo Michel Temer, é suspeito de envolvimento com a suposta organização criminosa que, segundo a Polícia Federal e o Ministério Público, fraudava registros sindicais no Ministério do Trabalho.

De acordo com informações da Gazeta do Povo:

A PF pediu autorização para cumprir mandados de busca e apreensão em endereços de Marun e de sua chefe de gabinete, Vivianne de Melo, mas a Procuradoria-Geral da República (PGR) entendeu que, por ora, não havia provas de que o emedebista integra a organização criminosa.

No despacho de sexta-feira (29) em que afastou do cargo o ministro do Trabalho, Helton Yomura, o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Edson Fachin, relator das investigações da Operação Registro Espúrio, concordou com o posicionamento da PGR, mas destacou trechos que reforçam suspeitas sobre Marun.

O ministro Carlos Marun afirmou em entrevista coletiva nesta quinta-feira (5) no Palácio do Planalto que ingressará na próxima segunda-feira (9) com representação e queixa-crime na corregedoria da Polícia Federal e na Procuradoria Geral da República nas quais pede apuração de responsabilidades por um “vazamento canalha” do qual diz ter sido vítima.

Marun declarou:

Vou à corregedoria da PF apresentar meu protesto e exigir providências e queixa-crime em relação a este vazamento canalha, vagabundo, que só tem esse objetivo de eu passar pelo constrangimento que estou passando. Tenho família, tenho vergonha na cara e não aceito que isso se dê desta forma. Vou lutar onde precisar para esclarecer isso.

Compartilhe...

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email

Veja também_

TELEGRAM

Acompanhe todas as notícias através do nosso canal no Telegram.

Comentários_

A RENOVA Mídia não se responsabiliza pelo conteúdo, opiniões e comentários dos visitantes do site. NÃO publique ofensas, discordar não é ofender. Caso encontre algum material com ofensas, denuncie. Lembre-se que ao comentar em nosso portal você concorda com estes Termos de Uso.