Português   English   Español

PF desarticula grupo extraindo ouro em garimpos clandestinos

PF desarticula grupo extraindo ouro em garimpos clandestinos
Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia.

A ação da PF conta com apoio da Receita, do Ministério Público Federal, da FAB e do Exército.


A Polícia Federal (PF) deflagrou a Operação Ouro Perdido nesta terça-feira (18) com o objetivo de desarticular uma organização criminosa de empresas de Oiapoque — município localizado a cerca de 580 km de Macapá.

O grupo é acusado de comercializar ouro extraído ilegalmente de garimpos clandestinos do Brasil, Guiana Francesa e Suriname.

Ao todo, 56 ordens judiciais — 20 mandados de prisão temporária e 36 de busca e apreensão — foram cumpridas por 128 policiais federais.

Segundo a PF, o nome da operação, Ouro Perdido, tem relação com o fato de o minério, extraído ilegalmente, ser “roubado” do solo dos países, “consequentemente causando perdas financeiras e ambientais em tais territórios”, informa o jornal Metrópoles.

A Justiça Federal determinou ainda o bloqueio de cerca de R$ 146 milhões em bens dos investigados e suspendeu e proibiu as atividades comerciais e financeiras praticadas pelos mesmos.

Curta e compartilhe...

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on reddit
Share on vk

Deixe seu comentário...

A RENOVA Mídia não se responsabiliza pelo conteúdo, opiniões e comentários dos visitantes do site. NÃO publique ofensas, discordar não é ofender. Caso encontre algum material com ofensas, denuncie. Lembre-se que ao comentar em nosso portal você concorda com estes Termos de Uso.

Veja também...