Português   English   Español
Português   English   Español

PF diz ao STF que não há inquérito contra Greenwald

PF diz ao STF que não há inquérito contra Greenwald
Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia.

Anúncio da PF foi feito no mesmo dia em que uma operação prendeu envolvidos com a invasão dos celulares de Moro e de Dallagnol.

O diretor-geral da Polícia Federal (PF), Maurício Valeixo, informou, nesta terça-feira (23), ao Supremo Tribunal Federal (STF) que não há inquérito instaurado com objetivo de apurar a conduta do militante norte-americano Glenn Greenwald, editor e cofundador do site Intercept.

Valeixo registrou que consultou a Corregedoria-Geral de Policia Federal, a Diretoria de Investigação e Combate ao Crime Organizado, a Diretoria de Inteligência Policial e a Superintendência Regional da Polícia Federal no Paraná.

A informação foi enviada ao presidente do STF, Dias Toffoli, em resposta a ação do partido Rede Sustentabilidade que busca impedir qualquer investigação sobre o americano, informa o portal jurídico JOTA.

Enquanto isso, ainda nesta terça, a PF lançou uma operação mirando em suspeitos de envolvimento na invasão do celular do ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, e do procurador da Operação Lava Jato, Deltan Dallagnol.

Nomeada de “spoofing“, a ação da PF cumpriu quatro mandados de prisão temporária e sete de busca e apreensão em São Paulo, em Araraquara e Ribeirão Preto.

De acordo com nota da Comunicação Social da PF, “spoofing é um tipo de falsificação tecnológica que procura enganar uma rede ou uma pessoa fazendo-a acreditar que a fonte de uma informação é confiável quando, na realidade, não é”.

Compartilhe...

Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on telegram
Share on reddit
Share on linkedin
Share on email

Deixe seu comentário...

A RENOVA Mídia não se responsabiliza pelo conteúdo, opiniões e comentários dos visitantes do site. NÃO publique ofensas, discordar não é ofender. Caso encontre algum material com ofensas, denuncie. Lembre-se que ao comentar em nosso portal você concorda com estes Termos de Uso.

Veja também...