Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

PF identifica envolvidos com repasses de R$ 28,2 milhões a Aécio

PF identifica envolvidos com repasses de R$ 28,2 milhões a Aécio
COMPARTILHE

A Polícia Federal (PF) pediu mais 60 dias para investigar o deputado Aécio Neves (PSDB-MG) em inquérito que mira supostos repasses de 50 milhões de reais das empreiteiras Andrade Gutierrez e Odebrecht.

Os investigadores da PF afirmam ter localizado empresários que alugaram uma sala comercial no bairro de Ipanema, na zona sul do Rio de Janeiro, onde teriam sido entregues R$ 28,2 milhões em espécie.

Neste inquérito, delatores da Odebrecht afirmam que o tucano Aécio Neves teria defendido os interesses da empreiteira nas usinas hidrelétricas do Rio Madeira, Jirau e Santo Antônio.

Segundo a revista Veja, os executivos dizem que repasses eram acertados com o ex-diretor de Furnas Dimas Toledo, aliado do tucano, e destinados à campanha de Aécio em 2010.

Ao pedir a prorrogação do inquérito, no dia 1º de fevereiro, a PF ressaltou a necessidade de se ouvir Walter Mesquita, além de Eduardo Luiz Alvarenga Lima e outros delatores e testemunhas.

PUBLICIDADE

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Comentários_

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião da RenovaMídia.

Ao comentar você concorda com nossos termos de uso e política de privacidade.

Assinar
Notificar quando
guest
0 Comentários
Feedbacks em linha
Ver todos os comentários