- PUBLICIDADE -

PF indicia Aécio Neves por corrupção em obra de MG

PSDB arquiva pedidos de expulsão de Aécio Neves
Imagem: Reprodução/EBC
- PUBLICIDADE -

O inquérito da PF foi concluído após três anos.

A Polícia Federal (PF) indiciou 12 pessoas no âmbito da investigação que apurou irregularidades na construção da Cidade Administrativa de Minas Gerais.

A sede do Executivo mineiro foi construída entre 2007 e 2010 durante a gestão de Aécio Neves (PSDB).

A construção está no centro de um escândalo, com irregularidades apontadas desde o processo de licitação até a execução da obra.

De acordo com as investigações da PF, os prejuízos relacionados à fraude à licitação chegam a R$ 747 milhões, em valores atualizados.

Em nota, a defesa do ex-governador e hoje deputado federal Aécio Neves disse que a conclusão do inquérito é “absurda” e que contraria as investigações da própria Polícia Federal que, após três anos, “não encontrou nada que comprometesse a atuação” do tucano, destaca o portal R7.

PUBLICIDADE
- PUBLICIDADE -

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -