Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

PF indicia governador do Mato Grosso do Sul por corrupção

Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia
PF indicia governador do Mato Grosso do Sul por corrupção

Oferecido o indiciamento, fica a cargo da Procuradoria-Geral da República decidir se acata a denúncia.

Reinaldo Azambuja (PSDB), governador do Mato Grosso do Sul, foi indiciado, nesta segunda-feira (6), pela Polícia Federal (PF) por corrupção passiva, lavagem de dinheiro e formação de organização criminosa. 

Azambuja teria recebido R$ 67 milhões e causado R$ 209 milhões em prejuízos aos cofres públicos, segundo informações da PF.

O indiciamento também atinge o filho do governador, Rodrigo Souza e Silva

As investigações, que tiveram início a partir da delação premiada dos executivos da JBS, apontaram que o esquema envolvia repasses em dinheiro vivo, feitos com base em notas fiscais frias de um frigorífico e doações eleitorais feitas entre 2014 e 2016, destaca o portal Metrópoles.

Em troca da propina, a JBS teria obtido benefícios fiscais que a livraram de pagar R$ 209 milhões em Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS).

Em nota à imprensa, a assessoria do governador do MS afirmou que ele recebeu com “estranheza e indignação” a conclusão do inquérito e classificou a denúncia como “antiga” e baseada em “delações premiadas sem qualquer credibilidade e provas”. 

Compartilhe

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email